Conheça 4 segmentos que necessitam de energia temporária no Brasil

Descubra tipos de negócio que sofrem maiores prejuízos durante um apagão.

A energia elétrica é essencial para manter a maioria dos estabelecimentos em pleno funcionamento. Mas, existem aqueles que sofrem consequências graves com a sua falta. Supermercados e hospitais são dois bons exemplos, mas a lista não para por aí.

Neste artigo você confere 4 segmentos que precisam de energia temporária para que, no caso de falhas ou interrupção programada no fornecimento, evitem prejuízos irreversíveis. Para saber que segmentos são esses, continue lendo.

Eventos

Quem trabalha com organização de eventos sabe a quantidade de etapas que devem ser seguidas para que o evento seja perfeito, sem nenhum problema. Dentre essas etapas está o cuidado para que haja energia elétrica do início ao fim.

Desde pequenas festas de aniversário até festivais internacionais com centenas de milhares de participantes, a falta de energia para manter o evento acontecendo pode arruinar a experiência de todos os envolvidos.

Você já ouviu falar na Campus Party? O evento, que acontece desde 2008, busca reunir, em um único lugar, apaixonados por inovação, criatividade, ciências, empreendedorismo e universo digital.

Na edição de 2011, um imprevisto aconteceu e deixou os participantes bastante incomodados. Durante 1 hora, a feira ficou completamente sem energia elétrica. Não demorou muito para que os protestos ecoassem por todo o evento.

Os 6.800 campuseiros presentes, como são chamados aqueles que frequentam a Campus Party, gritavam “Cadê o gerador?” e “Quero meu dinheiro” em frente aos servidores da Telefônica, uma das empresas responsáveis pelo fornecimento de internet no evento daquele ano.

Supermercados

Se algumas horinhas sem energia elétrica podem provocar um enorme incômodo na sua residência, você não faz ideia do tamanho do problema que essas mesmas horinhas podem representar em um supermercado.

Além do grande volume de alimentos perecíveis que precisam de refrigeração para preservar a sua conservação, dentro de um supermercado existem os caixas onde os clientes realizam os seus pagamentos, circuito de câmeras e também computadores.

Por Que um Condomínio Precisa de um Gerador?

Todos eles são 100% dependentes de fornecimento de energia elétrica e também são alguns dos equipamentos responsáveis por manter esse estabelecimento funcionando.

Segundo a Associação Brasileira dos Supermercados, 36% de todo o prejuízo do setor decorre das chamadas “quebras operacionais”. Nessas quebras estão incluídas: manipulação indevida, embalagens violadas e acondicionamento inadequado. É um número bastante expressivo.

Por esses motivos os geradores de energia temporária são os maiores aliados do setor supermercadista.

Hospitais

Além de deixar pacientes no escuro, a falta de energia pode deixar de alimentar aparelhos essenciais para manutenção da vida humana, provocando até mesmo a morte de pacientes.

Segundo uma notícia da revista Quem, no Cuiabá, três pacientes morreram após interrupção de 1 hora no fornecimento de energia a um hospital. Todos eles estavam internados na UTI, quando os aparelhos pararam de funcionar.

Por isso, é imprescindível que os hospitais e unidades de pronto atendimento contem com a energia temporária de qualidade para evitar tragédias como essa.

Setor industrial

O setor industrial sai na frente quando o assunto é consumo de energia. E no último ano, com a recuperação da economia, o setor voltou a avançar e os gastos com energia elétrica aumentaram ainda mais.

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) informou à Folha de S. Paulo que o consumo energético do segmento industrial cresceu 1,3%, alcançando a marca de 165.883GWh.

Dentro desse segmento, a indústria automobilística e as indústrias de alumínio merecem destaque. Para se ter ideia, as fábricas de automóveis tiveram um aumento de consumo de energia de 9,5% em 2018.

Quantos geradores são necessários para abastecer o Rock In Rio?

Em uma entrevista concedida por François Dossa, presidente da Nissan, ao Portal EM, a falta de qualidade no fornecimento de energia elétrica é uma questão preocupante. Segundo ele, quando há queda de energia, a linha de pintura é uma das mais prejudicadas, pois todo o processo precisa começar do zero, o que gera custos extras.

Outra grande consumidora é a indústria do alumínio, responsável por 6,4% do total de energia elétrica consumida no país, segundo artigo escrito por Siderval Matucci, mestre em Engenharia Elétrica e engenheiro do Grupo Votorantim. Tanto é que no custo da produção, uma fatia de 35% vai toda para o pagamento dessa energia.

Sabendo o quanto a energia é fundamental para manter a indústria funcionando, a contratação de fontes temporárias é igualmente importante. Afinal, uma pequena interrupção pode representar gastos de milhões de reais.

É evidente que o mundo todo tem avançado a passos largos tecnologicamente. Automação industrial, inteligência artificial são pautas atuais e que estão cada vez mais presentes em todos os segmentos. Isso faz com que a energia se torne um item quase tão essencial quanto a água, por exemplo.

E quanto mais a energia é fundamental, maiores são as consequências provocadas pela sua falta. Por isso, a busca por alternativas que aumentem a eficiência energética também crescem e alugar gerador de energia passa a ser questão de necessidade e não de luxo.

Texto: Luciana Ribeiro Social Media e Link Building SEO Marketing

Tags: A Geradora, Consumo de Energia, Energia elétrica, Eventos, Geradores, Industria

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias