Inovação

Por Que um Condomínio Precisa de um Gerador?

Hoje em dia, os geradores deixaram de ser um artigo de luxo e passaram a ser uma necessidade

Em um condomínio, a necessidade do uso de energia elétrica é constante, desde o chuveiro de cada unidade até o portão automático, os elevadores e os sistemas de segurança  que fazem parte da área comum.

Porém, vez ou outra, pode ser que a concessionária de energia elétrica encontre algum problema nas instalações ou que se suceda um imprevisto, e o resultado é a interrupção no fornecimento de energia elétrica. E agora, o que fazer?

Essas situações são relativamente comuns e abrem uma discussão muito importante: a necessidade de ter um sistema alternativo de geração de energia nos condomínios.

Qual é a Finalidade de um Gerador de Energia?

O gerador de energia é um equipamento que se utiliza de uma fonte de energia externa (na maioria dos casos o diesel) para conseguir gerar energia elétrica e, então, suprir a necessidade de qualquer estabelecimento comercial, industrial ou residencial.

Por mais que esses equipamentos estejam inseridos no nosso dia a dia, como em hospitais, shopping centers, restaurantes e demais estabelecimentos, nem sempre sabemos exatamente o que ele faz e como funciona.

O gerador fica conectado ao sistema elétrico do estabelecimento. Enquanto o fornecimento de energia elétrica funciona, o equipamento fica em standby (com exceção de seu uso em momentos de pico da rede elétrica, para evitar pequenas oscilações na rede).

Porém, quando o sistema convencional de energia elétrica para de funcionar por algum motivo, então o gerador entra em ação para suprir a necessidade energética do estabelecimento, até que o fornecimento de energia elétrica seja restabelecido.

Ao fazer isso, evita-se que todos os equipamentos elétricos parem de funcionar, o que poderia causar prejuízos muito sérios ou até mesmo irreversíveis para as pessoas que ali estão.

A autonomia do gerador depende do tipo de equipamento escolhido e da demanda por energia apresentada pelo local. Porém, enquanto houver combustível no tanque, o funcionamento da energia elétrica estará garantido.

Por Que os Geradores São Essenciais em Condomínios?

À primeira vista, pode parecer que o gerador não é uma necessidade, mas sim uma precaução importante. Porém, é só olhar com mais objetividade para esse problema para mudar de opinião.

Quando uma casa fica sem energia elétrica, pode ser necessário abrir o portão da garagem manualmente, usar velas e a lanterna do celular para iluminar o ambiente e usar a rede móvel do celular ao invés do Wi-Fi, mas são todas situações contornáveis.

Porém, quando se trata de um condomínio, as necessidades são bem diferentes. O portão pode ser aberto manualmente e a iluminação pode ser improvisada, mas aí surgem os problemas mais sérios.

É comum ter condomínios bem altos, com 15 ou 20 andares, e subir de elevador é muito mais prático e rápido, mas e quando isso não é possível? Pior ainda, e se o condômino mora lá nos últimos andares e precisa transportar seu filho pequeno no colo ou então alguma mercadoria?

A segurança do condomínio pode ficar comprometida, tanto pela falta de iluminação quanto pela ausência do monitoramento eletrônico e do controle de acesso na portaria.

Além disso, também há todos os inconvenientes causados pela falta de energia, como a impossibilidade de tomar um bom banho, usar o microondas para esquentar a comida ou assistir à televisão.

Também não se pode esquecer dos equipamentos de segurança, como o sistema de alarme e os hidrantes, que precisam de energia elétrica para funcionar corretamente.

Portanto, a necessidade de um gerador nos condomínios é real, ainda mais com toda a tecnologia que temos hoje em dia, que se torna simplesmente inutilizável sem energia elétrica.

Quais Condomínios Precisam de um Gerador?

Todos os condomínios devem contar com sistemas de geradores. Com o grande número de moradores e tantos equipamentos indispensáveis, os moradores não podem sofrer com a falta de energia elétrica.

Na teoria, quanto maior for o condomínio, maior é a necessidade de ter um gerador para suprir o funcionamento de todo o seu sistema elétrico, principalmente os elevadores e os equipamentos de segurança.

Porém, isso não quer dizer que condomínios pequenos não precisam de um gerador, muito pelo contrário, já que a segurança e a qualidade de vida dos moradores não deve ser prejudicada pelo fato de o espaço físico ser menor.

Como Contar Com um Gerador em Condomínios?

A aquisição de um gerador demanda um investimento relativamente alto, já que o equipamento demanda uma infraestrutura bem completa para oferecer a comodidade, conforto e segurança de que os moradores precisam.

Muitos condomínios esbarram no custo quando apresentam o interesse em comprar um gerador, mas o lado bom é que existe uma alternativa bem mais prática e acessível, que é a locação do equipamento.

Ao alugar um gerador, o condomínio pode ficar com o equipamento por quanto tempo precisar, seja indeterminadamente ou em épocas em que o fornecimento de energia elétrica tende a falhar, de acordo com o que for definido pelos moradores.

Além disso, eles não terão que se preocupar com a manutenção do equipamento, que ficará sob a responsabilidade da locadora. Caso haja qualquer problema, é só entrar em contato com ela, que prontamente disponibilizará um técnico para resolvê-lo.

Isso faz com que o custo caia muito, ainda mais quando dividido por todas as unidades. Assim, cada um paga um pouco e todos desfrutam dos benefícios que o gerador pode lhes oferecer.

Geradores de Energia: Uma Necessidade da Vida Moderna

Depois de analisar a questão mais a fundo, fica evidente que os geradores são necessários para todos os condomínios, que precisam oferecer o melhor possível aos seus moradores, o que certamente contempla a provisão ininterrupta de energia elétrica.

Eles são muito mais acessíveis do que se imagina, principalmente ao optar pela locação dos geradores, que permite que todos os edifícios tenham esses equipamentos como parte de sua infraestrutura.

Agora que você já compreendeu a necessidade desse sistema de geração de energia, converse sobre o tema com o síndico ou exponha-o na próxima reunião de condomínio e esclareça que o gerador de energia a diesel não se trata de um complemento, mas sim de uma necessidade!

Etiquetas
Mostrar mais

Eder Oelinton

Jornalista, amante de tecnologia e curioso por natureza. Busco informações todos os dias para publicar para os leitores evoluírem cada dia mais. Além de muitas postagens sobre varias editorias!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
%d blogueiros gostam disto: