Internet das Coisas: veja um Infográfico que demonstra seu crescimento

Há anos o avanço tecnológico vem modificando a forma de se comunicar, trabalhar ou se divertir. Até mesmo as ações mais simples do dia a dia têm ganhado evoluções e facilidades, graças à “Internet das Coisas” – ou Internet of Things (IoT) – que conecta aparelhos como eletrodomésticos, meios de transporte ou até mesmo roupas à web.

[pub_quadro_google]

O objetivo da IoT é tornar as ações diárias e a vida mais fáceis, por meio de dispositivos que se comunicam entre si sem a intervenção humana. Dentre as vantagens, está a possibilidade de controlar a pressão arterial e batimentos cardíacos de uma pessoa por um smartwatch ou mesmo ajudar a evitar o furto de um carro, com uma câmera que realiza reconhecimento facial no interior do veículo.

Hoje, já existem cerca de 12 bilhões de dispositivos conectados à Internet no mundo todo e esse número deve triplicar até 2020. Entretanto, a alta conectividade e volume de dados que circulam pela rede contribuem para o crescimento de ameaças digitais, já que a exposição on-line também é maior.

Pensando nisso, a Bitdefender separou informações, curiosidades e perigos sobre a “Internet das Coisas”, que está cada vez mais presente em nossa vida, em um interessante infográfico. Há também dicas de como se proteger das possíveis ameaças que os dispositivos conectados podem sofrer.

Sobre a Bitdefender

 Com soluções premiadas e eficientes contra diversos tipos de vírus e malwares, a Bitdefender é líder mundial no segmento de proteção digital. Pioneira, atua desde 2001 desenvolvendo tecnologias de cibersegurança gratuitas e pagas que asseguram a atividade digital de cerca de 500 milhões de usuários domésticos e corporativos em todo o planeta.

Internet das coisas infografico bitdefender
Internet das coisas infografico bitdefender

[pub_quadro_google]

3 thoughts on “Internet das Coisas: veja um Infográfico que demonstra seu crescimento

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: