Ciência 

Bactérias do solo podem salvar nossas vidas no futuro

Em resumo: Ao analisar centenas de amostras de solo, pesquisadores da Universidade Rockefeller descobriram uma nova família de antibióticos. Esses compostos poderiam ajudar tremendamente na luta contra a resistência aos antibióticos.

[pub_quadro_google]

Escavando drogas

Uma família recém-descoberta de antibióticos de sujeira pode ser nossa melhor arma contra as “super bactérias” resistentes aos tratamentos.

Pesquisadores da Universidade Rockefeller descobriram os compostos, que são chamados de malacidins, enquanto analisavam mais de 1.000 amostras de solo de todo os Estados Unidos. Quando perceberam que uma série de amostras continham malacidins, eles decidiram cavar um pouco mais fundo nos compostos.

Depois de infectar ratos com MRSA, uma bactéria que é particularmente resistente à maioria dos tratamentos antibióticos, os pesquisadores trataram os roedores com as malacidinas e o composto eliminou a infecção nas feridas da pele dos animais. A pesquisa da equipe foi publicada na Nature Microbiology.

[Lomadee_300_250]

Modo crise

Em dezembro de 2016, as Nações Unidas elevaram o problema da resistência antibiótica ao nível de crise, chamando-a de “ameaça fundamental a longo prazo para a saúde humana, produção sustentável de alimentos e desenvolvimento”.

Nenhum canto do mundo está imune ao problema, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), e se não fizermos algo sobre isso, poderemos nos encontrar em breve na era “pós-antibiótico”, um período em que algo tão simples como um corte menor poderia ser mortal.

A OMS urge ao setor de saúde para desenvolver novos antibióticos para combater esta questão, e até agora, a maior parte dessa pesquisa foi realizada em laboratórios. A esse respeito, a abordagem da equipe da Universidade Rockefeller de se voltar para a natureza na busca de recursos é bastante única.

“Cada lugar que você pisa, há 10.000 bactérias, a maioria das quais nunca vimos”, disse o investigador principal Sean Brady ao The Washington Post. “Nossa ideia é que exista esse reservatório de antibióticos no ambiente que ainda não acessamos”.

 

A equipe agora está trabalhando para melhorar a eficácia do seu tratamento para que ele possa ser usado em pessoas. No entanto, como Brady disse à BBC News, esse processo não será nem rápido nem fácil.

“É impossível dizer quando, ou mesmo se, uma descoberta de antibióticos em estágio inicial, como as malacidinas, irá para a clínica”, disse Brady. “É uma estrada longa e árdua desde a descoberta inicial de um antibiótico até uma entidade clinicamente utilizada”.

Ainda assim, árdua ou não, é uma estrada que vale a pena viajar, porque cerca de 700 mil pessoas morrem todos os anos devido a super bactérias resistentes a medicamentos e esse número pode aumentar até 10 milhões em 2050 se não agiremos agora.

Referências: BBC News, Nature Microbiology Fonte: Futurism

 

Related posts

One Thought to “Bactérias do solo podem salvar nossas vidas no futuro”

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: