DicasTecnologia

Um novo cartão de débito preparado para gastar moedas digitais

Em resumo: Para tornar mais fácil para as pessoas no Reino Unido gastarem suas várias moedas digitais, a startup London Block Exchange está lançando um novo cartão de débito Visa chamado Dragoncard. Ele paga o varejista em libras e, em seguida, retira o dinheiro da carteira de moedas digitais do consumidor.

Moedas digitais para gastar

Moedas digitais como o ether e bitcoin estão surgindo em popularidade graças aos seus muitos benefícios em relação às moedas tradicionais, mas eles ainda ficam atrás dessas moedas de uma maneira chave: não são fáceis de gastar em lojas físicas. As pessoas podem gastar dólares e euros usando uma infinidade de cartões de débito, crédito e presente, mas suas opções são severamente limitadas quando se trata de gastar bitcoin ou ether usando um cartão de débito de moedas digitais.

Porém, isso está começando a mudar. O cartão Centra pode ser usado como um cartão de débito para gastar bitcoin, ether, dash e várias outras cripto moedas populares. O Token Card é outro cartão de débito de moedas digitais e, em breve, a startup de Londres London Star Exchange (LBX) lançará um cartão de débito Visa pré-pago que atuará da mesma forma.

O Dragoncard da LBX. Crédito da Imagem: London Block Exchange

O Dragoncard permitirá que as pessoas convertam seu bitcoin, ether, ripple, litecoin e monero em libra esterlina (a popular libra britânica) no momento da compra, tornando-o significativamente mais fácil para essas moedas serem gastas em lojas em todo o Reino Unido, incluindo aqueles que ainda não aceitam formas alternativas de pagamento.

Comece a minerar bitcoin hoje mesmo em nuvem na Eobot

Segundo reportagem da Business Insider, o cartão de débito de moedas digitais será emitido pelo provedor de cartão pré-pago Wavecrest, e ele vem ao lado de um aplicativo que as pessoas podem usar para comprar e gerenciar suas moedas na própria LBX. Quando alguém usa o Dragoncard, a LBX pagará o revendedor em libras primeiro e, em seguida, tomará o valor equivalente da carteira de moedas do comprador.

[pub_quadro_google]

Antes de correr para obter um Dragoncard quando ele estréia em dezembro, os adeptos das moedas digitais interessados ​​devem conhecer algumas coisas. Primeiro, o cartão em si tem um custo de 20 libras, (US$ 26.33). Em segundo lugar, será cobrado uma taxa de 0,5 por cento sempre que ocorrer uma transação de compra ou venda de moeda digital na plataforma da LBX. Por último, o fornecedor Wavecrest cobra uma pequena taxa por retiradas no caixa eletrônico, afinal, é um cartão de débito.

O caminho para aceitação

Apesar das taxas, o cartão Dragoncard e outros cartões de débito de cripto moedas têm o potencial de ajudar os cryptos se tornarem amplamente aceitas e, o mais importante, serem compreendidas.

O Dragoncard também chega em um momento em que o bitcoin está experimentando bastante surto de crescimento. Com as escolas, as empresas e mesmo as nações começando a adotar o bitcoin, a moeda está pronta para continuar aumentando em valor e popularidade, e com o Dragoncard, a LBX espera ajudar os londrinos a se juntar a esse segmento cada vez maior de apoiadores de cripto.

Não precisa gastar dinheiro com equipamentos para minerar moedas digitais.

“Apesar de ser a capital financeira do mundo, Londres é um lugar difícil para os investidores entrar e negociar no mercado de criptomoedas”, disse o fundador e CEO da LBX, Benjamin Dives, em um comunicado. “Nós vamos trazê-lo para o mainstream, removendo as barreiras para o acesso e ajudando as pessoas a entender e ter confiança no que acreditamos ser o futuro do dinheiro”.

“Estamos oferecendo uma experiência grande e robusta para aqueles que desejam entender e investir de forma segura e fácil em moedas digitais”, disse o presidente executivo da LBX, Adam Bryant. “Estamos confiantes de que vamos transformar este mercado no Reino Unido e nos tornaremos a principal consultoria de cryptocurrency e blockchain para investidores institucionais e consumidores”.

Fonte: Futurism

Etiquetas
Mostrar mais

Eder Oelinton

Jornalista, amante de tecnologia e curioso por natureza. Busco informações todos os dias para publicar para os leitores evoluírem cada dia mais. Além de muitas postagens sobre varias editorias!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
%d blogueiros gostam disto: