Segurança Tecnologia 

Roubo de Celular: Saiba Como se Prevenir e o Que Fazer em Caso de Assalto

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender para uso exclusivo do blog Suprimatec.

Andar pela rua tranquilamente enquanto mexe no celular, essa é uma situação corriqueira, mas que infelizmente está cada vez mais perigosa! O motivo? O crescente número de roubos de celulares em todo o país.

Em São Paulo, por exemplo, foram mais de 800 mil aparelhos roubados só no ano passado, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Para enfrentar esse cenário marcado pela violência, é importante estar bem informado, por isso preparamos esse conteúdo sobre o tema. Confira!

Roubo de Dados

O prejuízo financeiro causado pelo roubo de um celular pode ser grande, mas o que realmente preocupa muitas pessoas é perder os dados contidos no aparelho.

Além de fotos, vídeos e arquivos de áudio, os criminosos podem ganhar acesso ao conteúdo de e-mails, chats, redes sociais e até mesmo aplicativos financeiros. Com isso, eles podem cometer crimes como o sequestro de dados – onde chantageiam a vítima, exigindo dinheiro em troca da devolução de conteúdo pessoal – falsidade ideológica e realizar compras indevidas, utilizando os dados bancários da vítima.

Dicas de Prevenção

  • Senhas Fortes: do bloqueio de tela aos aplicativos, elabore senhas difíceis que combinem números, símbolos, letras maiúsculas e minúsculas, de preferência sem seguir uma sequência lógica. O mesmo vale para o desbloqueio com desenho: evite uma combinação simples;
  • Criptografia: a tecnologia de criptografia está disponível na maioria dos aparelhos atuais e cria uma “supersenha”, que será exigida toda vez que o sistema é iniciado, inclusive depois de ser resetado;
  • Sistema Antifurto: a tecnologia antifurto está presente nos melhores antivírus para celular. Ela possibilita a detecção, bloqueio, limpeza e o envio de mensagens para o aparelho roubado.

O Que Fazer em Caso de Roubo?

O primeiro passo, depois de um roubo, é registrar um boletim de ocorrência – em algumas delegacias é possível também solicitar o bloqueio do IMEI, inutilizando o aparelho para fins de comunicação. É necessário também ligar para operadora para fazer o bloqueio da linha telefônica.

O passo seguinte é trocar as senhas de todas suas contas, para que o ladrão não possa mais acessá-las através dos aplicativos do celular.

Lembre-se que mesmo que você consiga rastrear seu celular, é indispensável solicitar serviço policial, afinal de contas enfrentar os ladrões por conta pode causar prejuízos ainda maiores.

Gostou das dicas? Compartilhe com seus amigos!

Imagens: Olhar Digital e Revista Apólice.

Related posts

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: