fbpx
Curiosidades

Por que investir na depilação a laser em 2021?

Depilação a laser garante resultados satisfatórios de longo prazo desde as primeiras sessões. Conheça as recomendações e como funciona a técnica!

A depilação a laser é um dos procedimentos estéticos mais buscados atualmente, tanto por mulheres quanto pelo público masculino. A boa recepção deve-se aos benefícios do tratamento que justificam esse investimento.

Esse tipo de tratamento é muito buscado no início do ano quando as pessoas definem o que desejam para o período. Mas é importante saber que é possível investir na depilação a laser durante todo o ano de 2021.  Entenda melhor a seguir!

Como funciona a depilação a laser?

A depilação a laser é frequentemente chamada de depilação definitiva, no entanto, esse nome não é tão preciso, pois os pelos podem voltar a crescer, sendo mais adequado falar em depilação de longo prazo.

Para realização do tratamento utiliza-se um aparelho que emite um laser no local no qual se concentram os pelos. O laser é atraído pela melanina, substância responsável pela coloração do bulbo e também da haste do pelo.

Os fótons de energia disparados pelo laser são absorvidos pela melanina e o calor que é liberado no bulbo e haste, causando a destruição térmica das estruturas do pelo, o que faz com que haja a queda nos dias posteriores à técnica.

Por conta dessa participação central da melanina no processo, os resultados são mais rápidos em pessoas de pele clara com pelos grossos e escuros. Contudo, cabe aqui destacar que diferentes públicos podem se beneficiar do tratamento.

Quando a paciente é mais sensível a dor podem ser usados cremes anestésicos, mas atualmente os tratamentos são realizados com equipamentos que reduzem o desconforto no momento de realização da técnica.

Atualmente, os tipos de laser mais usados nos tratamentos de depilação são o de Alexandrite, o diodo (800nm) e o Nd:YAG (1064nm). Alguns especialistas afirmam que o de iodo apresenta maior eficácia de acordo com os estudos da área.

Quais os benefícios da depilação a laser?

A depilação a laser apresenta uma série de benefícios às pacientes que recorrem ao método, incluindo:

  • técnica quase indolor e com desconforto breve no momento da realização;
  • reduz a ocorrência de pelos encravados (foliculite);
  • reduz a espessura do pelo já nas primeiras sessões;
  • faz com que o crescimento dos pelos seja mais espaçado e lento desde o início do tratamento;
  • pode ser realizado em diferentes regiões corporais, como pernas, braços, rosto, costas, tronco e áreas íntimas;
  • ter um custo-benefício superior ao de outros métodos, como a depilação com cera, que apesar do baixo custo tem uma manutenção contínua com pequenos intervalos;
  • promove a eliminação dos pelos do local tratado no longo prazo.

Em geral, são indicadas entre 3 e 10 sessões para obter os resultados almejados, sendo que posteriormente o paciente poderá fazer sessões de manutenção com meses de intervalo sem prejuízos aos resultados.

Quando o tratamento é recomendado?

A depilação a laser é indicada para homens e mulheres, podendo ser uma aliada para ambos os públicos e suas demandas específicas. Entre as recomendações incluem-se:

  • pessoas com pêlos espessos e escuros;
  • pacientes que têm alergia ou incômodos com outros métodos de depilação;
  • pessoas com quadros recorrentes de foliculite;
  • pessoas insatisfeitas com a aparência em decorrência dos pelos;
  • pacientes que almejam uma solução mais definitiva para eliminação de pelos corporais.

Como visto, o tratamento pode ser mais eficaz em pacientes com a pele clara e pêlos escuros, no entanto, outros equipamentos foram desenvolvidos para a realização do método em pessoas com pele negra ou bronzeada, apresentando resultados satisfatórios.

Pessoas com pelos loiros, ruivos ou brancos também podem realizar o tratamento, mas devido a baixa quantidade de melanina nos pêlos são necessárias mais sessões para obter os resultados desejados.

Algumas das contraindicações do tratamento incluem: pacientes com diabetes ou hipertensão sem controle, vitiligo, epilepsia, gestantes, pacientes em tratamento oncológico, doenças de pele como psoríase, hematomas e feridas no local do tratamento ou exposição solar recente.

A atenção a esses fatores é fundamental para que a realização da depilação a laser seja mais segura e satisfatória evitando a ocorrência de crises ou surgimento de manchas e queimaduras na pele em decorrência do tratamento inadequado.

Em uma clínica especializada a depilação a laser pode ser acompanhada de outros tratamentos estéticos e, em locais com uma equipe mais completa, ser ponderada a realização de cirurgias plásticas, como cirurgia de barriga (lipoaspiração e abdominoplastia), das mamas e outras.

Eder Oelinton

Jornalista, amante de tecnologia e curioso por natureza. Busco informações todos os dias para publicar para os leitores evoluírem cada dia mais. Além de muitas postagens sobre varias editorias!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: