Dicas

Planejamento financeiro em tempos de inflação

A inflação foi um dos grandes vilões da economia brasileira nas décadas de 1980 e 1990.

A inflação foi um dos grandes vilões da economia brasileira nas décadas de 1980 e 1990. Porém, em pleno 2021, nós a vivenciamos de perto. Afinal, o país enfrenta uma crise financeira e política junto à pandemia de Covid-19 e isso causa influência no mercado, o que requer planejamento financeiro.

A inflação leva à alta dos preços. E isso é muito prejudicial às famílias brasileiras e não apenas às de baixa renda. Em verdade, todos sofremos com as alterações constantes dos valores dos produtos que usamos no dia a dia.

E junto à inflação, então, são comuns os relatos de perda de poder de compra, de dificuldades financeiras e até mesmo de endividamento extremo. Por isso, ter controle financeiro é ainda mais importante nesse momento. Abaixo, aprenda como fazê-lo.

Como a inflação interfere no planejamento financeiro?

A inflação é uma condição que atua com o aumento constante dos preços. Isto é, hoje você comprou um produto a um valor. No próximo mês, contudo, é provável que ele tenha apresentado alterações em relação ao aumento dele.

Com isso, ela leva à perda do poder de compra. Afinal, considere que o seu salário ou renda não acompanha a variação de preços. Ele continua sendo o mesmo, enquanto os preços dos produtos básicos do dia a dia sobem.

Em 2020 se tornou notícia a alta do preço de produtos básicos, como arroz e feijão. E isso é um reflexo direto da inflação. Além disso, em razão do intenso frio que regiões produtoras de alimentos sofreram neste inverno de 2021 – especialmente no fenômeno La Niña – irá impactar mais ainda nos preços desses produtos.

Por isso, não se engane. A inflação não é algo que passará em pouco tempo. Até que haja o equilíbrio financeiro será necessário, mais do que nunca, ter em mãos um planejamento financeiro claro que lhe mantenha em segurança.

Essa segurança é, em suma, alimentar, de moradia e de conforto. A mudança dos preços acende, afinal, um alerta quanto à necessidade de rever seus gastos e de ter maior planejamento sobre eles.

Inflação é sempre ruim?

Não necessariamente. Ela se torna negativa justamente pelo fato de que os produtos básicos sofrem aumento de preços. E isso não ocorre com o acompanhamento do aumento da renda.

Por outro lado, geralmente ocorre uma espécie de diminuição das taxas de juros nesses momentos. Isso, então, auxilia na negociação de dívidas, além do pagamento quitação de parcelas de empréstimos eventualmente contratados.

Além disso, a inflação controlada é um bom sinal. Nesse caso, ela demonstra que a economia está aquecida. Contudo, nesse caso deve acompanhar também os salários, de forma que eles devem sofrer alta.

Como proteger o orçamento com mudanças na inflação?

Como vimos acima – e como se torna mais claro a cada compra de supermercado – a atual inflação está levando à desvalorização da renda. E, com isso, à diminuição do poder de compra do nosso dinheiro.

Por isso, ter um planejamento financeiro se torna indispensável. Ele é a melhor solução para a promoção da proteção do seu orçamento. Abaixo, veja o que considerar ao desenvolvê-lo!

Cuidado com pequenos gastos

Com a diminuição do seu poder de compra, você deve encontrar formas de economizar, certo? Para isso, o melhor é começar pelos pequenos gastos que, ao se somarem, acabam sendo bem pesados no seu bolso.

E são vários os pequenos gastos que fazemos e sequer percebemos. Sabe aquela luz ligada no outro cômodo em que ninguém está? Ela é um pequeno gasto desnecessário. Ou nem tão pequeno assim, visto a alta da energia elétrica em razão da crise energética.

Mas não é só com isso. Torneiras abertas, desperdício de alimentos, falta de controle de cartão de crédito e impulsos financeiros também se incluem aqui. Dessa forma, seu planejamento financeiro requer atenção a esses gastos completamente dispensáveis.

Pesquise e compare antes de comprar

Outra questão essencial em tempos de inflação para seu controle financeiro é obter o hábito de pesquisar antes de comprar. Isto é, controle seus impulsos. Além de refletir sobre a necessidade de gasto, saiba se você está usando a melhor opção.

Com o aumento do e-commerce, principalmente, você tem em mãos alternativas. E use-as em seu favor, tendo certeza de que realmente está comprando a opção com o melhor custo-benefício.

Procure boas formas de investir

Outra dica indispensável para seu planejamento financeiro em épocas de inflação é buscar maneiras de investir. Se a inflação está fazendo seu dinheiro valer menos, encontrar maneiras de fazê-lo render mais é essencial.

Assim, procure opções disponíveis de acordo com o seu orçamento. Saiba quanto você tem disponível e pense em curto e em longo prazo. Atualmente são inúmeras as alternativas que você encontra online e presencialmente.

Substitua alguns itens de consumo

Por fim, nossa última dica para ter controle financeiro em tempos em que a inflação faz nosso dinheiro render menos é buscar substituir itens de consumo. Por exemplo, pare de ir na mesma marca de sempre e busque outras, iguais, de menor valor.

E isso não vale apenas para os gastos dos itens de consumo do dia a dia. Pense, também, nas suas opções de cultura e lazer. Veja como otimizar esses gastos de forma que você não precise alterar seus costumes de vida radicalmente. Apenas os adapte.

Considerações finais

Como vimos ao longo do texto, a inflação nem sempre é de todo ruim. Contudo, nos termos em que ela se apresenta no momento, ela é negativa. Afinal, ela tem influência sobre a alta dos preços, enquanto a renda continua no mesmo patamar anterior.

E isso afeta as suas compras no mercado, a garantia das questões essenciais de uma subsistência digna e sua organização financeira. Esta última é imprescindível para sobreviver com poucos traumas a esse momento.

Por isso, não deixe de colocar as dicas acima em prática. Com elas, você alcança o controle financeiro que é necessário no atual cenário econômico brasileiro. Por isso, proteja suas finanças ao mesmo tempo em que garante a continuidade do seu bem-estar.

Com nossas dicas você não apenas se protege financeiramente para esse momento. Igualmente, prepara-se para colher os frutos da sua organização em tempos posteriores aos da inflação.

Eder Oelinton

Jornalista, amante de tecnologia e curioso por natureza. Busco informações todos os dias para publicar para os leitores evoluírem cada dia mais. Além de muitas postagens sobre varias editorias!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: