fbpx
Curiosidades

Busca por chocolate em barra aumenta 40%

Montar pequenos empreendimentos gera qualidade de vida e movimenta a economia

Trabalhar em casa sempre foi o sonho de muita gente. Afinal, nenhum lugar no mundo é melhor que o aconchego do lar. Mas se engana quem imagina que empreender em casa é algo para poucos.

Qualquer um pode trabalhar remotamente. Dentre as inúmeras opções estão: artesanatos, produzir bolos e elaborar marmitas. Você também pode abrir um perfil em uma rede social e vender berloques de prata, por exemplo.

Sem mais, confira 9 ótimas formas de se obter renda e, simultaneamente, elevar sua qualidade de vida e tempo junto à família.

BOLOS, TORTAS E TRUFAS

Esta forma de renda é altamente recomendável às pessoas que mandam bem na cozinha. Outro grande diferencial neste ofício são as receitas de família, aquelas que fazem muito sucesso entre parentes e amigos.

De acordo com a pesquisa realizada pela Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj), a procura por doces aumentou durante a pandemia da COVID-19.

A demanda pelas barras de chocolate, por exemplo, subiu  40%. Enquanto isso, a busca por bombons subiu 50%, comparado aos números de 2019.

A seguir, estão os doces caseiros mais populares:

  • Bolo de pote
  • Cone recheado
  • Cupcake
  • Trufa
  • Ovo de colher
  • Torta
  • Bombom

MARMITAS

Produzir marmitas é uma ótima fonte de renda aos cozinheiros amadores. Esqueça que marmitas são apenas pratos executivos. Quase todo o tipo de refeição pode se tornar marmita.

O segmento das marmitas fitness, queridinhas dos que buscam manter a forma sem entrar na cozinha, é uma das maiores tendências. E pode render excelentes lucros.

Conforme o levantamento divulgado pelo Ministério da Economia, houve um crescimento de 124% no número de microempreendedores nesse ramo, entre 2014 e 2019.

Com a pandemia, os serviços de entrega também se expandiram.

Encurtando, assim, a distância entre o produtor e o cliente.

ARTESANATOS

Fazer enfeites, caixas decoradas, chaveiros e peças de crochê, isso tudo é artesanato. Porém, este ofício não se restringe apenas aos citados acima. Todo o tipo de produto feito manualmente pode ser considerado como artesanato.

Ou seja, trata-se de uma atividade que permite o uso da criatividade e imaginação. Mas a produção sempre dependerá de uma matéria-prima.

VENDER PRATA 925

Diferentemente dos artesanatos, para vender prata 925 não será necessária a matéria-prima. Assim, toda a energia que seria usada para produção, pode ser gasta na obtenção de novos clientes.

Pelo fato da prata ser um metal que, bem cuidado, durará anos, a chance de obter uma clientela fiel aumenta bastante.Vender prata 925 é vender um produto constituído por 92,5% de prata pura.

Diversos processos de produção resultam em brincos, gargantilhas, piercings, correntes, pulseiras e berloques, pequenos pingentes adicionados à pulseiras ou correntes. 

Revender esses produtos é uma excelente alternativa para se empreender em casa.

E-COMMERCE

O e-commerce possibilita a venda de todos os produtos citados nos parágrafos anteriores.

O comércio virtual não se resume apenas a criação de um site. Para ser um vendedor online, basta abrir uma rede social e divulgar seus produtos.

Sem dúvida, não precisar alugar um imóvel para iniciar seu negócio é a grande vantagem do e-commerce.

BRECHÓ

Esse tipo de comércio tornou-se muito comum nas redes sociais, principalmente no Instagram. Porém, trata-se de um mercado de nichos. Não é raro ver brechós especializados em camisas retrô de futebol.

Assim como contas que vendem apenas artigos relacionados aos anos de 1980 e 1990. Há também brechós vendendo somente roupas de grife.

CRIADOR DE CONTEÚDO

Sobretudo, para se criar algo é necessário muita criatividade. E o cenário não muda quando o assunto é criação de conteúdo.

Se a sua praia são os esportes, por que não criar um canal no Youtube com análises, curiosidades e notícias sobre uma determinada modalidade?

Ou até mesmo alimentar uma conta no Instagram com dicas sobre moda.

Aos que amam dançar, gravar vídeos e publicá-los no TikTok podem viralizar. 

Quem sabe aquele sonho de ser um digital influencer se torna realidade?

AULAS

A solução mais eficaz para se estudar durante a pandemia do novo coronavírus é o ensino a distância. Com as medidas de restrições, aulas presenciais foram substituídas pelo ensino a distância.

O EAD não é novidade, mas a necessidade do distanciamento social, e a busca por flexibilidade, elevou a sua procura.

Desse modo, professores conseguem atender seus alunos sem sair de casa. E isso não se restringe apenas a educadores vinculados a faculdades e escolas.

O EAD facilitou a vida de tutores e professores particulares, que antes precisavam alugar um espaço ou se deslocarem até o domicílio do cliente.

Confira algumas opções para o ensino a distância:

  • Esportes
  • Música
  • Línguas
  • Aulas de ginástica

CONSULTOR

Pessoas experienciadas em determinadas áreas podem fazer consultorias no conforto de casa. A utilização de ferramentas, como o Google Meet, facilita, e muito, na hora de realizar reuniões ou passar orientações.

Eder Oelinton

Jornalista, amante de tecnologia e curioso por natureza. Busco informações todos os dias para publicar para os leitores evoluírem cada dia mais. Além de muitas postagens sobre varias editorias!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: