fbpx
News

Automação e inteligência artificial irão dizimar os trabalhos da classe média

  • Um relatório divulgado em fevereiro de 2016 preveu que 47% dos trabalhos nos Estados Unidos estão em risco por causa da automação. No Reino Unido cerca de 35%, na China chega até assustadores 77%.
  • Stephen Hawkinh adicionou sua voz a um crescente grupo de cientistas preocupados sobre os efeitos que a tecnologia terá na força de trabalho nos anos e nas décadas que estão por vir.

unemployed-people

A inteligência artificial e a automação crescente vão dizimar os empregos da classe média, agravando a desigualdade e arriscando uma reviravolta política significativa, alertou Stephen Hawking.

[pub_quadro_google]

Em uma coluna no The Guardian, o físico mundialmente famoso escreveu que “a automação das fábricas já dizimou empregos na manufatura tradicional, e a ascensão da inteligência artificial provavelmente irá ampliar profundamente esta destruição do trabalho nas classes médias, somente permanecendo com  os cargos que demandam mais atenção, criatividade ou de supervisão.” 

8 maneiras que a Inteligência Artificial irá mudar profundamente a nossa vida

Ele acrescenta sua voz a um crescente coro de especialistas preocupados com os efeitos que a tecnologia terá sobre a força de trabalho nos próximos anos e décadas. O medo é que, enquanto a inteligência artificial vai trazer aumentos radicais na eficiência na indústria, para as pessoas comuns isso se traduzirá em desemprego e incerteza, como seus empregos humanos são substituídos por máquinas.

japanrobot

A tecnologia já destruiu muitos empregos tradicionais de fabricação e de classe trabalhadora – mas agora pode estar pronta para causar estragos semelhantes às classes médias.

A quarta revolução industrial terá um coração humano?

Um relatório publicado em fevereiro de 2016 pelo Citibank em parceria com a Universidade de Oxford previu que 47% dos empregos dos EUA estão em risco de serem automatizados. No Reino Unido, são 35%. Na China, é um enorme 77%, enquanto que em toda a OCDE (É uma organização internacional, composta por 34 países e com sede em Paris, França.) é uma média de 57%.

E três dos dez maiores empregadores do mundo estão agora substituindo seus trabalhadores por robôs.

Automação vai, “por sua vez acelerar a já crescente desigualdade econômica em todo o mundo”, escreveu Hawking. “A internet e as plataformas que tornam possível que grupos muito pequenos de indivíduos façam enormes lucros ao empregar poucas pessoas. Isso é inevitável, é progresso, mas também socialmente destrutivo”.

Já imaginou um possível futuro sem trabalho?

Ele enquadra esta ansiedade econômica como uma razão para o aumento da política populista e de direita no Ocidente: “Estamos vivendo em um mundo de ampliação, não diminuindo, a desigualdade financeira, na qual muitas pessoas podem ver não apenas seu padrão de vida , mas a sua capacidade de ganhar a vida em tudo, desaparecendo. Não é nenhuma maravilha então que estão procurando um negócio novo, que Trump e Brexit puderam ter aparecido para representar.”

[Amazon_nat_2]

Combinado com outras questões, superpopulação, mudança climática, doenças, nós estamos, Hawking adverte ameaçadoramente, no “momento mais perigoso no desenvolvimento da humanidade”. A humanidade deve se unir se quisermos superar esses desafios, diz ele.

Stephen Hawking já expressou preocupações sobre inteligência artificial por uma razão diferente, que poderia ultrapassar e substituir os seres humanos. “O desenvolvimento da inteligência artificial poderia significar o fim da raça humana”, disse ele no final de 2014. “Ela decolaria por conta própria e se redesenharia a um ritmo cada vez maior. Os seres humanos, que são limitados pela evolução biológica lenta, não poderiam competir, e seriam substituídos.”

Fonte: Futurism

Eder Oelinton

Jornalista, amante de tecnologia e curioso por natureza. Busco informações todos os dias para publicar para os leitores evoluírem cada dia mais. Além de muitas postagens sobre varias editorias!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: