Dicas

5 dicas para utilizar paisagismo em projetos de cenografia

O paisagismo é uma grande ferramenta para aprimorar projetos de Arquitetura e Design de Interiores, especialmente porque o foco em critérios de sustentabilidade na área de construção civil tem feito com que o uso de elementos naturais ganhe importância e evidência na harmonização de ambientes, especialmente em projetos de exteriores bem como de interiores para cenografia de shows e eventos, além de escritórios, consultórios, casas e apartamentos à venda em Londrina.

É por essa razão que, neste post, vamos abordar alguns conceitos e dicas imprescindíveis para que você possa utilizar o paisagismo a um projeto focado em design de interiores e cenografia, seja em áreas internas quanto internas, de modo que você entenda os inúmeros diferenciais que seus projetos podem ganhar ao incorporar um projeto de cenografia.

Dica 1 – Entenda que tipo de experiência deseja transmitir

Na hora de utilizar projetos de cenografia, especialmente com plantas, tente ao máximo possível entender que tipo de experiência gostaria que as pessoas tivessem ao visualizar o local em questão, seja para visitantes, seja para moradores de imóveis em Cascavel ou de espaços voltados a eventos, como casamentos, formaturas, batizados, lançamentos de produtos, dentre outros.

Tenha em mente a importância de mostrar preocupação e respeito com o meio ambiente. Use da criatividade e de boas técnicas de articulação entre objetos e iluminação, fazendo com que todo o cenário dialogue em conjunto: mobília, cores ou texturas de parede, objetos de decoração, luzes, cores, flores e outras plantas. Isto tudo dará vida e sofisticação ao espaço planejado cenograficamente.

Uma palavra de ordem para isto é: versatilidade! Por meio dela, você pode integrar em um mesmo local um ambiente mais formal, informal e/ou mesmo misto, dependendo do público-alvo a que se destina o projeto, criando atmosferas exclusivas para cada situação. Vale a pena sempre inovar e criar, acima de tudo, não apenas uma visualização harmoniosa, mas uma experiência de uso do local.

Dica 2 – Jardins Verticais são uma tendência em alta

Sim, os jardins verticais estão em alta no mercado! Motivo disso é o fato de que o conceito inovador de trazer sempre mais projetos contemplando o verde para dentro das cidades e espaços urbanos pode contribuir para humanizar a relação entre as pessoas. Isso ajuda a promover a sustentabilidade, além de abrir um olhar mais comprometido com a qualidade ambiental do planeta, uma vez que a presença de plantas melhora tanto a temperatura quanto a umidade de um local.

Uma dica valiosa para uso de jardins verticais é variar o uso dos mesmos, especialmente se você pretende agregar a ele algum tipo de item artístico. Você pode, por exemplo, criar painéis com logotipos de empresas, iniciais dos nomes das pessoas, integrando em seu entorno diferentes texturas e espécies de plantas.

Dica 3 – Use plantas como divisórias

Nos projetos de cenografia, o uso de plantas servindo de divisórias entre ambientes é outra possibilidade bastante versátil. Espécies de plantas como o amor-agarradinho, a primavera-arbustiva, as murtas e as trepadeiras podem garantir um visual moderno e bastante integrativo. Aposte nessas opções sem pensar duas vezes!

Aliás, cabe ressaltar que, esses tipos de plantas, se usadas de modo correto em projetos de construção civil, atendem perfeitamente ao conceito de servirem como cercas vivas, auxiliando na proteção de locais, criando espaços privativos e, também, dando exclusividade aos locais.

Dica 4 – Crie projetos criativos e diferenciados

Utilizar diferentes materiais em projetos cenográficos pode contribuir fortemente para melhorar a percepção e a exigência de clientes ao escolher por um projeto especial de paisagismo e cenografia. Por essa razão, o uso de plantas incorporam a esse universo certos ares de requinte e de bom gosto. Ouse ao misturar muito verde, integre flores, trabalhe cores e harmonia. Tudo poderá criar conceitos agradáveis e de bom gosto.

Esteja atento! Há uma grande variedade de cores de flores. Estude bem as opções de textura, o modo de armazenamento e cuidados necessários (especialmente se estiverem dispostas em locais com climatização ou diretamente ao tempo e suas intempéries). Cada tipo, tamanho e modelo de flor pode ser uma possibilidade de opção para os profissionais que desejam diferenciar seus projetos.

A utilização do paisagismo é um fator decisivo para uma cenografia sustentável. Como já falado anteriormente, as plantas, além de colaborar com suas características estéticas a um ambiente, ainda agregam ao seu projeto conceitos como conforto e clima ao ambiente, seja para zonas industriais ou mesmo em imóveis em Londrina.

Dica 5 – A grande sacada da iluminação para a cenografia

Para quem deseja dar um efeito cenográfico ao seu projeto, uma ótima dica é usar tons de luzes, mesmo que em ambientes fechados.

Uma grande sacada é o uso da luz verde, seja para iluminar a copa de uma árvore ou para iluminar cachepôs de vegetação ao seu entorno. Deixe, por exemplo, que alguma planta que seja mais nobre fique destacada com uma luz branca ou âmbar. Tome apenas cuidado com excessos para não cansar a vista de quem estará no ambiente, pois como já diz ditado popular: “menos é mais”. Vale ressaltar que o verde não ilumina tanto quanto a luz branca, então brinque com as cores, mas não abuse!

Outra dica importante na hora de usar a cenografia com paisagismo e incorporar a ela projetos de iluminação é com um item que pode passar despercebido, mas é bastante importante para quesitos de segurança e harmonia: a fiação. Esteja atento a fios expostos, pois além deles não deixarem um ambiente assim tão bonito quanto deveria, dão um ar de desleixo à ornamentação de um espaço.

Além do mais, fios podem ser danificados e, até mesmo, causar tropeços em pessoas que estiverem passando pelo ambiente. A alternativa mais indicada é enterrar cuidadosamente esses fios ou prendê-los com fitas adesivas que não os deixem em evidência. Para isto a regra é básica e chega a ser lei: um bom projeto de cenografia sempre deixa todo o local seguro e, também, com uma aparência bonita. Uma alternativa para camuflar fios é usar plantas ou folhas fixadas ao redor dos mesmos, mas relembre segurança em primeiro lugar!

Agora que você aprendeu um pouco mais sobre conceitos e dicas para utilizar o paisagismo em projetos de cenografia, seja em pequenos ou grandes espaços, em uma decoração mais rústica ou romântica, tenha sempre em mente que vale a pena investir em paisagismo. Afinal, o uso de plantas e a integração delas com luzes e cores vão deixar tudo mais bonito e agradável! Aproveite estas dicas e ajude mais pessoas a conhecerem um pouco mais sobre paisagismo e cenografia, não deixe de compartilhar este post!

Texto: Ana Beatriz Dias, redatora.

Etiquetas
Mostrar mais

Eder Oelinton

Jornalista, amante de tecnologia e curioso por natureza. Busco informações todos os dias para publicar para os leitores evoluírem cada dia mais. Além de muitas postagens sobre varias editorias!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: