Ciência 

Agora a aposta é nos robôs para espiarem os buracos negros

Astrônomos esperando conseguir medidas mais exatas de buracos negros mais distantes agora tem novos assistentes, são robôs que podem combater a tediosa tarefa de monitorar o brilho das nuvens próximas a buracos negros. A técnica, conhecida como mapeamento de reverberação, está no kit de ferramentas dos astrônomos por décadas, mas é preciso muito tempo de trabalho na frente do telescópio. A ideia é que a radiação ao redor da matéria na boca de um buraco negro ativa, irá acender nuvens distantes. Ao analisar quimicamente o gás no chamado disco de acreção em…

Leia mais