Ciência 

Células de pele reprogramadas nova técnica para curar feridas

Células de pele reprogramadas pode ser a chave para ajudar pessoas com queimaduras graves, escaras ou doenças crônicas, como diabetes. Elas correm o risco de desenvolver feridas conhecidas como úlceras cutâneas, que podem se estender por múltiplas camadas da pele. Além de ser extremamente dolorosa, essas feridas podem levar a infecções ou amputações graves, às vezes mortais. Normalmente, essas úlceras são tratadas cirurgicamente transplantando a pele existente para cobrir a ferida. No entanto, quando a úlcera é especialmente grande, pode ser difícil enxertar pele suficiente. Nesses casos, os pesquisadores podem…

Leia mais
Ciência 

A molécula que pode ser a chave para regeneração de tecido humano

Os pesquisadores descobriram que a IL6, uma molécula produzida quando o tecido é danificado, desempenha um papel crítico na reversão celular para que elas voltem ao seu estado embrionário durante a reprogramação celular. Os cientistas podem agora explorar maneiras de usar a IL6 para aumentar a eficiência da reprogramação celular e aproveitar o poder regenerativo de nossos corpos para combater a doença e o envelhecimento. A medicina irá avançar mais nos próximos 10 anos do que avançou nos últimos 100 [pub_quadro_google] Uma molécula importante Em 2006, a pesquisadora de células-tronco Shinya…

Leia mais
Ciência 

Microsoft irá resolver o câncer em 10 anos tratando-o como um vírus de computador

O corpo humano poderá ser reprogramado de volta a um estado saudável, dizem especialistas que trabalham para a empresa de tecnologia. A empresa está trabalhando no tratamento da doença como um vírus de computador, que invade e corrompe as células do corpo. Especialistas que trabalham para a Microsoft alegam que a partir do momento que as células possa ser monitoradas será possível  reprogramar-las a um nível saudável novamente. [adcash_300_250] A empresa construiu uma unidade de “computação biológica”, e diz que seu objetivo final é fazer células em computadores vivos. Como tal, eles…

Leia mais