Ciência 

Nanorrobôs controlados pela mente são usados para liberar substâncias químicas em Baratas vivas

Isto é algo espantoso: uma equipe de cientistas israelenses desenvolveram um aparelho que usa ondas cerebrais de uma pessoa para controlar remotamente nanorrobôs baseados em DNA, enquanto estavam dentro de uma barata viva. Quando solicitado por um pensamento humano, os robôs semelhantes a conchas se abriram, revelando uma molécula de droga, que alterou a fisiologia das células da barata. Apesar de ser “apenas uma demonstração e prova de conceito”, a tecnologia representa uma nova era de interfaces cérebro-nanomaquina que liga o estado mental de uma pessoa a cargas bioativas, tais como drogas. Técnicas…

Leia mais